A inesgotável realidade, por Étienne Bimbenet

por Étienne Bimbenet Tradução: Diogo Corrêa Revisão: Samantha Sales Clique aqui para pdf Resenha de ‘Le Lieu de l’universel. Impasses du réalisme dans la philosophie contemporaine’ (Seuil, 2015), de Isabelle Thomas-Fogiel. Para conhecer melhor a autora, confira outro post do Blog do Sociofilo: ‘O lugar do universal, impasses do realismo na filosofia contemporânea’. Para a maioria…

Sociologie générale. Volume 1. Cours au Collège de France 1981-1983 (2016), de Pierre Bourdieu

por Matthias Fringant Por Matthias Fringant Tradução: Diogo Corrêa Clique aqui para pdf Esse primeiro volume do “cours de sociologie générale” completa a publicação das transcrições dos cursos que Pierre Bourdieu ministrou quando ocupou a cátedra de sociologia no Collège de France, de 1981 a 2011[i]. Quando ele foi eleito para esta instituição, na primavera…

Sociologie générale. Volume 1. Cours au Collège de France 1981-1983 (2016), de Pierre Bourdieu

por Arnaud Esquerre   Por Arnaud Esquerre Tradução: Diogo Corrêa Clique aqui para pdf “O que é sociologia?” e “o que é ser um sociólogo?”. Os dois primeiros anos de cursos ministrados por Pierre Bourdieu no Collège de France, entre 28 de abril de 1982 e 25 de janeiro de 1983, são organizados por essas…

Luzes para uma face no escuro: emergência de uma rede afroalagoana (2018), de Ábia Marpin

por Lilia Schwarcz De rede em rede Por Lilia Moritz Schwarcz[1] Conheci Ábia Marpin num curso que ministrei na Sociologia da UFRJ. Curiosa, crítica, muito presente e participante, durante as aulas, ela tinha por costume não deixar conceito em pé e desestabilizar qualquer certeza. Foi nessa ocasião, também, que fui informada sobre seu “objeto de…

Arte Contemporânea, um dever de radicalização. Reflexões em torno de Nathalie Heinich (Parte 2), por André Magnelli e Liz Ribeiro

Por André Magnelli & Liz Ribeiro   Apresentação A arte contemporânea desperta paixões opondo detratores e defensores. Ela teve lugar cativo entre os diagnósticos de crises e os anúncios de fins das últimas décadas. Filósofos, sociólogos, antropólogos, estetas, críticos e profissionais de arte envidaram esforços para interpretá-la e, mesmo, para estabelecer novos parâmetros para julgar…

Arte Contemporânea, um dever de radicalização. Reflexões em torno de Nathalie Heinich (Parte 1)

Apresentação A arte contemporânea desperta paixões opondo detratores e defensores. Ela teve lugar cativo entre os diagnósticos de crises e os anúncios de fins das últimas décadas. Filósofos, sociólogos, antropólogos, estetas, críticos e profissionais de arte envidaram esforços para interpretá-la e, mesmo, para estabelecer novos parâmetros para julgar o que é a arte e uma…

Sobre o Estado (2014), de Pierre Bourdieu

por Alexandre Camargo Sobre o Estado: cursos no Collège de France (1989-1992). São Paulo: Cia das Letras, 2014. 573 páginas. Alexandre de Paiva Rio Camargo Provavelmente a ausência mais sentida em sua obra, o Estado é o tema de três cursos ministrados por Pierre Bourdieu (1930-2002) no Collège de France, ora reunidos neste livro, originalmente publicado…

Cogitamus: six lettres sur les humanités scientifiques (2011), de Bruno Latour

por Diogo Corrêa   Por Diogo Silva Corrêa Clique aqui para pdf Como é possível ver na foto, acaba de ser publicada a tradução em português do livro de Bruno Latour, Cogitamus: six letters sur les humantiés scientifiques, pela editora 34 (http://www.editora34.com.br/detalhe.asp?id=911). Como se trata de uma excelente obra cuja tradução eu entendo que deve ser…