“Problemas centrais em teoria social”, de Anthony Giddens: um guia de leitura – por Gabriel Peters

por Gabriel Peters GIDDENS, Anthony. Problemas centrais em teoria social: ação, estrutura e contradição na análise sociológica. Petrópolis: Vozes, 2018. O artífice da síntese no seu auge  A teoria da estruturação constitui, creio eu, a contribuição mais valiosa do sociólogo britânico Anthony Giddens às ciências sociais. A sofisticação analítica e a erudição vasta demonstradas em…

O método na loucura (4): O ambíguo casamento entre saber e criatividade, por Gabriel Peters

Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf A abismal transcendência da grandeza (vulgo: o efeito “puta merda!”) Como vimos nos posts anteriores desta série, seja o gênio pensado segundo o modelo do “possuído” ou da “força da natureza”, o pressuposto de ambas as imagens reza que o criador genial, diferentemente do inventor “meramente” talentoso ou…

A solidão dos deprimidos: sobre virada afetiva e depressão, por Gabriel Peters

Fonte: https://exowords.wordpress.com/2012/02/22/the-bell-jar/ Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf Advertência preliminar: o texto que vai abaixo se concentra sobre vivências depressivas, com base em uma literatura especializada de orientação interdisciplinar e no estudo exploratório das experiências de alguns sujeitos empíricos. Mesmo quando considerações terapêuticas diletantes emergirem aqui e ali, é crucial lembrar que nenhuma delas substitui…

“Explicação e compreensão: O que é individualista no individualismo metodológico de Max Weber?” (Parte 4), por Gabriel Peters

Da Série Verbetes Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf Racionalidade, hábito e afeto: da teoria à pesquisa Como vimos no post anterior desta série, ao conceituar as diferentes modalidades de ação social como “tipos ideais”, Weber quis enfatizar que tais modalidades, na sua forma “pura”, não são jamais encontráveis na realidade empírica. O argumento weberiano…

“Explicação e compreensão: Os tipos de ação social na sociologia compreensiva de Max Weber” (Parte 3), por Gabriel Peters

Da Série Verbetes Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf Vale a pena Weber de novo Como vimos nos posts prévios desta série, a sociologia compreensiva de Max Weber abriga uma concepção “compatibilista” da relação entre explicação e compreensão nas ciências sociais. Por um lado, reconhecia Weber com um aceno a Dilthey e companhia, enquanto as ciências…

Enlouquece-te a ti mesmo (7): o doente imaginário, por Gabriel Peters

“A parábola dos cegos” – Pieter Bruegel (1568) Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf Da essência à existência à carne Em meio às narrativas sobre a multifacetada tradição fenomenológica na filosofia do século XX, poucas tramas são tão conhecidas como aquela em que o cartesianismo radical do fundador Husserl dá lugar, na fenomenologia pós-husserliana,…

Revista Estudos de Sociologia (PPGS-UFPE) chama para submissão de trabalhos ao Dossiê “Formas e substâncias do público”

A Revista Estudos de Sociologia está recebendo artigos, entrevistas e resenhas para o Dossiê “Formas e substâncias do público”, sob a organização de Kadma Marques (PPGS-UECE) e Marcílio Brandão (PPGS-UECE), a ser publicado na próxima edição da revista.   O prazo para submissão de trabalhos ao dossiê vai de 01/02/2019 até 15/03/2019. Interessado(a)s devem se cadastrar e…

Enlouquece-te a ti mesmo (6): a estátua com insônia, por Gabriel Peters

Fonte: https://www.livingwithschizophreniauk.org/information-sheets/negative-symptoms-understanding/ Por Gabriel Peters Clique aqui para pdf A loucura entre o excesso e o déficit Nos últimos decênios, a psiquiatria foi cenário de uma busca tenaz por precisão e consenso na conceituação dos distúrbios mentais. Tal empreendimento encontrou uma de suas manifestações mais impressionantes, embora longe de incontroversa, nas edições recentes do Manual…

Virada afetiva: intersubjetividade, intercorporeidade, interafetividade

Por Gabriel Peters Afetos e emoções Uma reformulação da ideia de “intersubjetividade”, em termos menos intelectualistas do que os disponíveis nas ciências sociais contemporâneas (GIDDENS, 1998: 276; KILMINSTER, 1991: 115), está entre as influências mais fecundas que a chamada “virada afetiva” pode trazer à teoria social. Trata-se de martelar a tese de que relações intersubjetivas…