“Antropologia das anormalidades: práticas de subversão/resistência à normatização”

Chamada para o GT na XIII RAM

logo ram

O Blog do Sociofilo estende a chamada de trabalhos para o GT Anormalidades, coordenado pela nossa Olivia Von der Weid, na XIII Reunião de Antropologia do Mercosul. Segue abaixo o resumo do GT:

Antropologia das anormalidades: práticas de subversão/resistência à normatização

Coordenadores: Leonardo Carbonieri Campoy (PUCPR), Olivia von der Weid (UFRJ), Fabiola Lorena Heredia (Univ. Nacional de Córdoba, Argentina)

A anormalidade escapa aos processos de diferenciação e organização que caracterizam a modernidade. O desconhecido, o diferente, o desconfortável. No limite, a morte em vida. Eis a promessa da anormalidade: a reinvenção das utopias na subversão e criação em curso nas corporalidades. Potencialidades de vidas que resistem à categorização. A imagem de incapacidade, falta e fragilidade que circunda as deficiências e as anormalidades em geral não corresponde, necessariamente, às práticas e aos corpos elaborados cotidianamente pelas pessoas marcadas por tais categorias. Trata-se, então, de distintas formas de ver, escutar, pensar, sentir, enfim, de práticas e corpos capazes e potentes em suas singularidades. Trabalhar com sofrimento interpela nossas próprias condições e corporalidades. Enquanto antropólogos, como conceber nossos envolvimentos e reconhecimentos diante das anormalidades?

Com o desejo de dar continuidade aos debates realizados nas duas últimas edições do GT na RAM, propomos, neste momento, se perguntar o que as anormalidades promovem. Convidamos descrições etnográficas e reflexões analíticas que abordam, entre outras, as seguintes indagações: Como as experiências de anormalidades são vivenciadas? Como as pessoas marcadas como anormais articulam capacidades relacionais e corporais? Como as experiências de vidas marcadas pelas anormalidades subvertem convenções tidas como normais? Como a própria antropologia e o método etnográfico são reinventados pelas anormalidades? 

Link para o evento: https://www.ram2019.sinteseeventos.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.